terça-feira, 12 de novembro de 2013

Bolo de laranja da Isabel

Vocês já viram o canal da Stephanie Woo no You Tube? Ela é mãe de duas menininhas e é muito lindo a forma como a Stephanie estimula a autonomia das crianças, aparentemente elas ajudam a mamãe na cozinha desde sempre, então a gente percebe a facilidade, coordenação, concentração que as meninas possuem  ao manusear os objetos da cozinha, quebrar os ovos, despejar os alimentos no aparelho, arrumar a mesinha.... coisa linda vejam só:


Aqui em casa estamos sempre tentando promover a independência da Isabel: Escadinha para alcançar as pias e a fruteira, cama baixinha  (nada de berço desde que começou a andar), ela pode abrir todas as gavetas, armários e andar por todos os cômodos da casa pois organizei pensando na segurança dela.
Mas eu não tinha muita vontade de deixá-la explorar mais a cozinha, os alimentos e ajudar na preparação, temos mania de pensar mais na bagunça do que no aprendizado que isso irá proporcionar. Então inspirada na Stephanie eu gravei um vídeo da primeira vez que a Bel me ajudou a fazer um bolo, tá bom que eu fiz praticamente tudo sozinha, mas ela gostou muito de participar e vamos repetir a dose com certeza.



sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Vale tudo pelo humor?

Nesta semana foi muito comentado nas redes sociais o processo que a maior doadora de leite materno abriu contra a rede Bandeirantes e o humorista Danilo Gentili, em apoio à Michele e repúdio aos humoristas que fizeram parte desta piadinha o blog Mães brasileiras criou a Blogagem Coletiva fora Gentili, que eu terei muito prazer em participar já que este assunto me deixou indignada.

                                                   -------------------------------------------------

Entenda o caso ...



Essa moça é a técnica de enfermagem Michele, é Pernambucana moradora de uma pequena cidade chamada Quipapá, mãe de 2 crianças, a sua filha mais nova ( de 1 ano e 4 meses) nasceu prematura e foi assim que ela descobriu a importância de doar leite materno, coisa que ela faz desde os 7 meses da menina . Ela é recordista brasileira de doação de leite materno chegando a doar mais de 351 litros de leite para unidades de saúde, pra vocês terem ideia Michele foi sozinha a responsável por 90% do estoque de leite da maternidade de Caruaru. Ela possui uma produção de leite maior do que a média, enquanto a maioria das mulheres conseguem produzir de 200 a 250 ml diários, Michele já conseguiu atingira marca de 2,4 litros de leite em menos de 24 hs. Seu amor e solidariedade ao próximo é tão grande que ela viaja com seu marido 80 km para doar o seu leite à maternidade de Caruaru.

No dia 03 de outubro o apresentador Danilo Gentili utilizou fotos dela para fazer piada sobre o seu recorde mundial. Além da cara de nojo que o seu colega de palco Marcelo Mansfield fez ao escutar que a moça já havia doado mais de 300 litros de leite, Gentili ainda compara Michele ao ator pornô Kid Bengala e, após mostrar a imagem da moça sem a sua autorização Marcelo diz indignado "Gente isso não é uma espanhola, é uma América Latina inteira", pra finalizar Danilo Gentili mostra uma imagem de leite em caixinha e diz " Depois de ela ver que não ia ganhar nada doando leite ela decidiu vender".
A repercussão na cidade de Quipapá foi muito negativa, alguns mais ignorantes xingaram ela de vaca do Gentili na rua, não era pra menos, os apresentadores do programa Agora é Tarde não se preocuparam em parabenizá-la pela ação apenas usaram a sua imagem para fazer uma piada pesada e nojenta sobre o recorde mundial. Com tudo isso sua produção de leite caiu muito e ela será obrigada a parar de doar.
Ela entrou com uma ação contra danos morais e utilização de imagem sem autorização no dia 22 de outubro e no dia 29 a sentença favorável à Michele saiu, mas a emissora ainda tem 10 dias para recorrer da decisão.

Informações do G1, Folha e site Projeto Michele Doando Amor

                                          --------------------------------------------------------


Mas e então, será que vale tudo pelo humor?

Acho que sou muito mal humorada mesmo porque eu assisti o programa do Danilo Gentili e não vi graça nenhuma em todo o contexto da piada, pelo contrário, me senti ofendida pela Michele e consigo imaginar o que essa moça está passando, ser "zuado" já é chato, agora ser humilhada em rede nacional é mil vezes pior.
Aliás eu não vejo graça em nenhuma piada que ofenda uma pessoa ou um grupo de pessoas, piadas que propaguem o racismo, machismo, homofobia, preconceitos de qualquer tipo ou que perpetuam estereótipos.

 Sou chata?! Sou! "Mas é só uma piada!!" Não! Não é só uma piada. Devemos ser críticos com tudo que vemos, lemos e ouvimos, ao escutar uma piada também. Fazer cara de nojo, e pior, comparar com sêmen quando se fala em leite materno é perpetuar esse preconceito de que é feio amamentar, que a mulher deve ter vergonha disso, propaga essa insegurança que nós temos quando alimentamos nosso filho em público, reforça a imagem da amamentação como algo sexual, pornográfico.

Li muitos comentários dizendo que a Michele está querendo se promover, ou "quem mandou publicar as fotos" e até mesmo que ela fez isso pra arrancar dinheiro da Band.
Primeiramente a pessoa que se sente lesada deve processar mesmo, só assim a empresa, pessoa, organização que lesou irá mudar seu comportamento ou pelo menos pensar da próxima vez. É pelo bem de toda a sociedade, não somente da vítima.
A publicação das fotos foi feita após o reconhecimento de que Michele era a maior doadora de leite materno do Brasil, elas vieram à publico para incentivar outras mães na doação do leite excedente para os bancos de leite e isso não dá direito de um imbecil usá-las pra fazer chacota. Ele se promoveu muito mais às custas dela, a moça só se prejudicou e muitas crianças também estão sendo prejudicadas com a diminuição do leite doado.

Fazer humor hoje em dia não é fácil mesmo, felizmente as pessoas estão mais críticas e lutando pelos seus direitos quando se sentem injustiçadas ou humilhadas,quem quer viver de fazer rir tem que ser um artista muito inteligente, que seja capaz de fazer piada com o opressor e não com o oprimido, deve ajudar a quebrar paradigmas e não perpetuá-los. Já chega de negro/macaco, loira/burra, baiano/lerdo, etc.Os humoristas precisam amadurecer e quem ri da piada também!
Ontem eu vi o documentário chamado O riso dos outros  (vejam! é muito bom!) e o humorista Mauricio Meireles diz a seguinte frase que me chamou atenção:
" A gente nunca vai continuar a fazer uma coisa se as pessoas não estão rindo, se elas estão rindo eu vou continuar, e se elas estão rindo é porque elas concordam com aquilo que eu estou fazendo."
É exatamente isso!!! Você concorda com os preconceitos mascarados em forma de piada? Então para de rir e dar ibope pra esses babacas que eles serão obrigados a pensar mais antes de falar.

Eu espero que a Michele consiga auxílio, se assim desejar, e volte à produzir seu leite que tem sido tão importante para sua filha e pra tantos outros bebês.

Quem quiser dar uma palavra de apoio ou conhecer melhor a história de como ela virou a maior doadora de leite materno brasileira entre no www.michelecoandoamor.org/web/